O lado obscuro de Vancouver

Pois é. Acabei de fazer um post bem completinho sobre Vancouver, suas atrações, seus encantos, suas qualidades.  Deu pra ver que a cidade é limpa, tem um transporte público de qualidade e pontual, é moderna e cosmopolita, aceita muito bem o estrangeiro… E ainda sim tem vários problemas sociais.

Principalmente em uma parte que a cidade tenta a todo custo esconder: Downtown Eastside (ao sul de Gastown). Nesta região é possível andar em meio a usuários de drogas, moradores de rua, prostitutas, alcoólatras, mendigos e doentes mentais que sofrem com o abandono, a discriminação, a pobreza e a falta de uma política eficiente para recuperar tanto a região quanto as pessoas. Que fique claro eficiente e não inexistente! Todo ano cada homeless custa $55000,00 ao governo da cidade, custo principalmente relacionados às tentativas de evitar a disseminação de doenças infecto-contagiosas, aos programas de moradias, à instituição de salas assistidas para uso de drogas injetáveis, aos programas de recolocação profissional, custeio de alimentação, vestimenta entre outros. Exatamente isso que você leu. A infra estrutura oferecida pelo governo canadense a um morador de rua é impressionante!

Visto que um trabalhador comum canadense ganha em torno de $28000,00/ano, começa, estranhamente, a ser financeiramente vantagem ser um morador das ruas de Vancouver. Essa diferença de gastos começa a levantar uma questão em meio aos próprios canadenses do porquê do aumento no número de homeless no Canadá nos últimos tempos. E muito se questiona: será que gastar tanta verba em uma política de amparo ao morador de rua não estaria criando uma sociedade formada por homeless por escolha própria? Mas ao mesmo tempo a própria sociedade se questiona da vantagem de ser um morador de rua? Será que alguém em sã consciência e desempenho das suas funções mentais escolhe como objetivo de vida drogar-se até ao ponto de dormir nas ruas e não reivindicar o seu papel no mundo?

O problema não é recente, a cidade o combate desde o início dos anos 80. Ano após ano as políticas de combate se somam e se intensificam.  E não faltam iniciativas em toda a cidade afim de conscientizar, discutir e combater esse problema social e humano que assola Vancouver. O  Homeless Nation abre espaço para os próprios homeless se expressarem através da internet além de promoverem treinamento e capacitação digital para essas pessoas aumentando assim a auto-estima destas pessoas. Algumas organizações, como por exemplo a Stop Homelessness, First United Church , Street to home, Covenant House e a Lookout Society tem focado os seus esforços em entender o problema para aí combatê-lo e quebrar o ciclo de tornar-se um morador de rua, tudo isso sem hipocrisia  e sem falso moralismo.

Eu espero visitar Vancouver e ver uma realidade diferente em Downtown East. Andar tranquilamente pela East Hastings e não ver a degradação arquitetônica, moral e também social dos dias de hoje.

DICA: Do ponto de vista de turista não deixe de visitar esse lado da cidade. É uma realidade feia e amarga mas faz parte do contexto do lugar que você está visitando. Porém esteja sempre atento e não desfile com sua câmera bacana, seu iPod, nem demais artefatos que possam virar moeda de troca por drogas.  Muito menos fique dando bobeira por lá depois que escurecer. Explore sim, mas sempre com segurança!

Sua impressão foi diferente? Quer discutir o assunto? Deixe um comentário! =)

Anúncios

Uma resposta em “O lado obscuro de Vancouver

  1. O pecado mora ao lado do paraíso… é triste mesmo Michelle. Miseria é miseria em qualquer lado… riquezas sao diferentes. O fato é que nos países ricos as pessoas vivem como desabrigados por OPCAO e nao por necessidade!!! A principal pobreza é a de objetivos superiores na vida. Vivendo num país que tem um sistema social modelo, ainda assim se ve a pobreza. Nao é uma questao de dinheiro, mas de VALORES. Claro que a Vera Loyola dirá: – Pobre sim…. mas em Paris!!!
    É a vida…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s