Cervejaria Colorado – Ribeirão Preto

Vamos começar esse post com um copo bem saboroso e gelado de cerveja das boas: um brinde a Colorado! Fundada em 1995 a Cervejaria Colorado mantém viva a antiga tradição cervejeira da cidade de Ribeirão Preto oferecendo qualidade a um preço bem justo! Tradicionalmente são produzidas os quatro tipos de cerveja: a Indica, uma cerveja escura índia Pale Ale; a Cauim, uma pilsen clara com mandioca adicionada em sua composição; a Demoiselle, homenagem ao grande brasileiro Alberto Santos Dumont, cuja família era proprietária de fazendas de café na região de Ribeirão Preto, que trouxe para a cerveja escura o aroma e o sabor do café; e por último o carro chefe da casa e também a mais vendida: a deliciosa Appia, com adição de Mel de Laranjeira na cerveja clara do tipo weiss. Continue lendo…

A melhor mala

Tem vezes a gente fica tão preocupado com o destino, o roteiro e todos os preparativos para a viagem que acaba esquecendo do item que vai te acompanhar para todos os lados: a mala!

Num preciso nem falar que tem mala para todos os gostos e bolsos né? Mas como saber se aquela mala chiquetésima e lindérrima num vai te deixar na mão ou pior, vai ser uma verdadeira mala sem alça durante o passeio? Vamos lá para algumas dicas importantes levando em conta fatores determinantes para a escolha certa. Continue lendo…

Bate e volta no fim de semana – São Carlos – SP

São Carlos, no interior de SP (231km da capital) mora no meu coração por diversas razões. De alguma forma engraçada a vida sempre me leva pra lá quando é hora de diminuir o ritmo e respirar para voltar de forma tranquila à rotina..

A cidade tem vocação universitária: abriga o campus da USP, da UFSCAR e do IFSP, além de outras duas instituições de ensino superior particulares, o Centro Universitário Central Paulista (UNICEP) e as Faculdades Integradas de São Carlos (FADISC).  Com isso posso dizer que é um lugar que tende a ser muito barato: refeições, hospedagem, passeios… tudo baseado no orçamento estudantil! Continue lendo…

Gyong-ju – a cidade mística da Coréia do Sul

Ter a oportunidade de conhecer a Ásia permeava os meus sonhos. Mal podia imaginar que tão quase que instantaneamente eu seria “teletransportada”  para lá.  Para me salvar nessa cilada gastronômica região pitoresca do mundo eu contei com uma grande amiga de intercâmbio (viu como fazer amigos no intercâmbio é fundamental?), a Dahye (정다혜).

Infelizmente tive pouco tempo para desfrutar da vida de turista na Coréia. Como a visita tinha motivos profissionais era melhor eu me acostumar rapidinho com o esquema cultural da cidade: tudo por lá acontece muito rápido e de maneira muito competitiva.  E quando eu digo tudo, é tudo MESMO: desde atravessar a rua, entrar no metro, pegar sua bandeja no restaurante até seguir uma fila de caixa… Continue lendo…

Descendo de barril as Cataratas do Niagara (Niagara Falls)

E quem foi que nunca quis repetir a experiência dos desenhos do Pica Pau?!

Já que estava em Toronto por alguns dias resolvi dar um “pulinho” até Niagara Falls (são apenas 111km de distância o que dá mais ou menos uma hora de carro). As cataratas tem um volume total de 2.832 m3, o que as tornam a maior catarata em volume da América do Norte. A catarata canadense – Horseshoe Falls – tem forma de ferradura e mede 670 metros de largura e 57 de altura. Já a americana é bem menor.  Dizem as más línguas que o melhor lado para visitar as quedas é o lado canadense! Eu não pude comparar com o lado americano mas ouvi muitos locais confirmarem esses “boatos”. Continue lendo…