E a Dinamarca roubou meu coração!

Bastaram poucas horas (e bem poucas!) passeando pelas ruas recheadas de design e história de Copenhagen para me apaixonar pelo jeito dinamarquês de ser.  Servindo como rota de entrada e saída da Escandinávia a cidade com mais de 1 milhão de habitantes é um dos maiores exemplos mundiais de cidade ecologicamente correta: as ruas e canais são impressionantemente limpos e as bicicletas dividem (e dominam!) as ruas juntamente com os demais veículos. A cidade nos marca também pela atmosfera alegre, organizada e emocionante que se pode encontrar em cada ponto visitado!

Mesmo com os ventos gelados do inverno a cidade foi perfeitamente acolhedora. E o idioma local, o dinamarquês, que inicialmente assusta por não se assemelhar a nada conhecido por mim, em nenhum momento foi um problema: os locais possuem quase que uma chave instantânea de liga e desliga para falar inglês perfeitamente!

O centro de informações turísticas de Copenhagen fica bem próximo à estação central de trem, a København H, e ao Tivoli: não tenha dúvidas, comece o seu roteiro por lá escolhendo alguns dos passeios que podem ser feitos inclusive a pé!  DICA: O Copenhagen Visitor Centre (touristinfo@woco.dk) fica na rua Vesterbrogade, 4A, tel. (+45) 45 7022-2442.

Bem próximo a estação central (København H) fica o famoso parque Tivoli, um dos mais antigos parques de diversões do mundo. DICA: Se o seu tempo na cidade é curto será preciso escolher entre conhecer o parque ou a cidade 😦 o Tivoli é um mundo a parte, abrigando diversos pavilhões além dos tradicionais brinquedos. Por ser inverno eu particularmente optei por rodar a cidade  a pé. Há quem diga que ir a Copenhagen e não ir ao Tivoli é como ir a Roma e não ver o papa. Bom, terei que voltar então pra conhecer o parque! \o/

Caminhando alguns metros é possível avistar o Lurblæserne, uma escultura sobre uma torre de cerca de 20m em bronze, representando dois vinkings soprando uma espécie de trombeta. A obra chama a atenção e recebe muitos cliques! Nesta praça, a Rådhus, está também localizada a prefeitura de Copenhagen, além das estátuas de Niels Bohr, o ganhador do prêmio Nobel de física, e do escritor Hans Christian Andersen.

Seguindo em frente será impossível não notar o Børsen, o prédio da Bolsa de Valores de Copenhagen, que tem no alto da sua torre quatro caudas entrelaçadas de dragões. De longe você percebe uma torre em espiral de quase 56m! Ou seja, impossível não notar e admirar (gostar já são outros quinhentos!!). Com o tempo você vai perceber que a arquitetura dinamarquesa precisa ser admirada nos menores detalhes.

Um dos sucessos absolutos da cidade é a troca da guarda no palácio de Amalienborg, casa da família real dinamarquesa (cerca de 2km distante do Visitor Centre). Ela geralmente acontece ao meio dia, portanto, se tiver a chance não deixe de ver.  Não espere um bom humor dos guardas, eles tem a função de proteção por mais que todo turista ache que estão ali apenas para fazer figuração nas fotos! Brinque, se divirta. Mas lembre-se que um “thank you” e “have a nice day” no final não arranca pedaço (não ache também que isso vá arrancar um sorriso simpático deles… tá querendo muito!) DICA: chegue uns 20 minutos antes para conseguir um bom lugar para fotografar. A praça fica incrivelmente cheia de turistas ávidos por uma foto perfeita o.O

Ao redor da praça do palácio há muito o que se ver.  Próximo do palácio também é possível avistar a “The Marble Church” (A igreja de mármore), lindíssima por sinal e, dizem as más línguas, teve o seu domo inspirado na basílica de São Pedro em Roma.

Logo do outro lado da rua pode-se avistar o lindíssimo prédio da Casa de Ópera de Copenhague (Operaen) em meio ao “The Amalie Garden”, um belo jardim a beira mar. Se você tiver um tempinho vale a pena sentar em meio ao oásis verde e relaxar um pouco.  Hora de aproveitar também para repor as energias e se preparar para o que vem pela frente! Se tiver sorte (?!) pode até se arriscar a experimentar a versão dinamarquesa do cachorro quente: com picles, uma linguiça bem maior que o pão e muito repolho temperado! Parece estranho, mas confesso, é delicioso (e barato!).

Distante mais ou menos 1km do Palácio de Amalienborg está a mais visitada estatueta da Dinamarca inteira: a pequena sereia (pequena mesmo!).  Esculpida em bronze por Edvard Erichsen  e sob a inspiração do conto de fadas escrito pelo autor dinamarquês Hans Christian Andersen, esta obra concentra o clima de magia e charme que sentimos ao andar por toda a cidade. Conseguir uma boa foto por ali vai depender do bom humor dos turistas (educados e outros nem tanto) e exige um pouco de habilidade para não cair no mar!

Voltando em direção ao centro, mas ainda dentro do parque Hans Christian Andersen encontra-se a “The Gefyon Fountain” (Gefionspringvandet), uma grande fonte em que um grupo de touros é conduzido pela deusa Gefyon. A obra, criada em 1908 pelo escultor Anders Bundgard, é considerado um dos maiores e mais belos monumentos de Copenhagen.

Para fechar o passeio é só voltar pelo maior shopping a céu aberto da Europa: a rua Strøget.  Essa é a mais longa rua para pedestres da Europa, cruzando o centro da cidade com suas lojas, restaurantes e galerias de arte e design. Minha visita aconteceu exatamente nas semanas que antecediam o natal. Aquilo estava uma looooucura e era possível flagrar vários “papais noéis”e seus ajudantes andando, de bicicleta claro, pela cidade!  Aliás pra quem gosta de artes e design prepare-se: Copenhagen respira e exala essa atmosfera por todos os cantos! Não se surpreenda se esbarrar em peças expostas em uma esquina “qualquer” ou se por acaso  encontre luminárias assinadas naquela despretensiosa agência bancária. É preciso estar com os olhos, e o coração, abertos para entender a magia do povo dinamarquês.

Hora de correr para pegar o vôo de volta ao Brasil. Até logo Dinamarca. Até logo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s