Airbnb: testado e aprovado!

Há algum tempo eu postei uma matéria falando do Airbnb. Até aquele momento tudo o que eu sabia do site que prometia viabilizar férias muito mais baratas e divertidas a partir do aluguel de quartos, estúdios e apartamentos tinha sido através de muita busca na internet e muito bate papo nos fóruns de viajantes por aí.

Ainda sim o friozinho na barriga era inevitável. Onde já se viu arriscar quase metade do orçamento da viagem em um site desses por aí?!

Pois é! Duplamente testado e duplamente aprovado: Rio de Janeiro e Nova Iorque foram os destinos em que usei o Airbnb como fonte para achar hospedagem boa com um custo justo. Em ambos os casos tive gratas surpresas ao encontrar os lugares limpos, seguros e incrivelmente coerentes com as fotos publicadas no site.

E vai ser sempre assim?!

Olha… o meu lado mineiro não me permite acreditar que sempre vou encontrar lugares bacanas como os que eu fiquei. Existem dicas que, não garantem, mas facilitam ter certeza que você não está sendo enganado:

Procure por lugares com várias avaliações – Cada vez que você se hospeda o Airbnb solicita que você avalie o lugar e o host. Esse é um bom termômetro pra saber se aquele é o lugar que você quer ficar.  Procure lugares que já foram amplamente testados. Dessa forma minimiza a chance de ter uma surpresa ao chegar no lugar!

Procure por fotos verificadas – Ter uma foto verificada (no topo direito da foto vem dizendo que ela foi verificada) significa que a foto foi tirada pelo fotógrafo profissional oferecido pelo Airbnb. Isso garante que ela não é falsa, não foi maquiada ou refere-se a outro lugar.

Comunique-se com o host – Na página do Airbnb existe o link para enviar mensagem ao host. Use e abuse desse recurso. Tire dúvidas, peá mais informações e se preciso for peça para entrar em contato por telefone. Na prática você vai perceber o quanto o seu host está disponível e interessado em alugar o espaço e, mais que isso, em te receber bem.

Busque no street view a vizinhança do lugar – Muitas vezes o Street View usado no site do Airbnb não aponta para a exata localização do imóvel. Converse com o seu host e confira no Street View do Maps se as informações conferem. Aproveite também para conhecer os arredores, saber do sistema de transporte público e a infraestrutura disponível na vizinhança. Viajante que se preza não quer ficar numa péssima localização né?

Se mesmo assim qualquer coisa estranha acontecer no dia da sua chegada não se envergonhe ou acanhe de ligar para o host e posteriormente para o SAC do Airbnb. É pra isso que eles estão lá e o objetivo tem que ser sempre resolver o seu problema.

Hospedagem no RJ: http://www.airbnb.com/rooms/70009
Hospedagem em NYC: http://www.airbnb.com/rooms/58476

Para onde?

Escolhido o tipo de viagem agora é preciso escolher para qual destino este roteiro o poderá levar.  Para conseguir duelar com a dúvida e ser assertivo na escolha algumas reflexões são necessárias. Mas calma, vamos explicar tudo direitinho!  E lembre-se: em tempos de Google Maps, planejar é uma das melhores partes da aventura!

Continue lendo…

Qual o seu tipo?

Viajante apaixonado é assim mesmo: se não está viajando, está montando o roteiro para a próxima viagem! Com muitas opções de roteiros, estilos e custos fica cada vez mais fácil montar o seu próprio roteiro. Lidar com dúvidas, incertezas, medos e ao mesmo tempo satisfazer sonhos, desejos e curiosidades é a missão de todo bom planejador de viagens. E mais: conseguir lidar com tudo isso sem se estressar, pirar e nem ao menos se cansar! Vamos montar um roteiro? 😉

Continue lendo…